Prefeitura de Porto Nacional inaugura nova casa para a Instituição de Acolhimento Tia Messias Braga

Em comemoração aos 157 anos de emancipação política de Porto Nacional, a Prefeitura inaugurou a nova Casa de Acolhimento de Menores em Vulnerabilidade Social Tia Messias Braga. É mais um avanço da gestão.

A Casa recebe demandas de crianças e adolescentes da faixa etária de 0 a 18 que se encontram em situação de risco social e pessoal, sendo as vulnerabilidades sociais tanto psicológica, emocional e familiar.

“O nosso principal objetivo é sempre cuidar das pessoas e de maneira ainda muito mais forte, cuidar das nossas crianças e adolescentes”, frisou o Prefeito Joaquim Maia.

Cuidado

A secretária municipal da Assistência Social, Verônica Fontoura, explicou o sentimento de alegria e emoção. Segundo ela, é um local que precisa de uma atenção maior, pois, precisa acolher com cuidado. “Nós recebemos em média de 10 a 12 crianças que são violentadas, que têm alguns dos seus direitos violados por algum motivo. Aqui a gente recebe com carinho e prazer. Em um ano e seis meses já é notável a evolução da Instituição”, explica Verônica.

A Coordenadora da Instituição de Acolhimento Tia Messias Braga, Raquel Cavalcante de Souza, frisa a importância do Estatuto da Criança e do Adolescente, principalmente no Art. 92, em que trata sobre a Instituição de Acolhimento e quais os deveres. “Nós estamos na condição de servidores, ou seja, servir a comunidade, servir aquele que veio com os vínculos interrompidos. Nós abraçamos eles literalmente, nós fazemos com que o trabalho social venha acontecer de fato”, explica Raquel.

Foto: Dornil Sobrinho (Secom Porto Nacional)

“Gostaria aqui em nome do Conselho Municipal da Criança e do Adolescente, parabenizar o prefeito Joaquim Maia pela iniciativa deste cuidado e proteção dos direitos da criança e do adolescente em sua totalidade plena e além disso, queremos parabenizar o poder público, Tribunal de Justiça, Conselho Tutelar e a população de Porto Nacional por estar constantemente acompanhando, sugerindo, questionando e fazendo com que nós cumpramos com o nosso objetivo principal, que é oferecer serviços públicos de qualidade e competência”, enfatizou o Secretário Executivo de Assistência Social, Alan Gomes dos Anjos, que também é Presidente do Conselho Municipal da Criança e do Adolescente.

Política Pública

A Promotora de Justiça, Márcia Mirele Stefanelli, explica a importância de ter uma Instituição bem preparada. “É uma evolução para a Instituição de Acolhimento Tia Messias ter uma casa em condições de recepcionar as nossas crianças e adolescentes, com uma equipe muito bem montada, qualidade técnica, desenvolvimento dos trabalhos, organização, e ao que a gente percebe foi dado inicio a uma política pública de proteção a crianças e adolescentes no Município de Porto Nacional”, ressaltou a Promotora. (Mychelle Tauane, Secom Porto Nacional)

CLOSE
CLOSE