Polícia Federal cumpre mandados em secretarias de governo e no Palácio Araguaia

Mandados estão relacionados a investigação sobre liberação de emendas parlamentares nas vésperas da eleição suplementar.

A Polícia Federal cumpre na manhã desta quinta-feira (14) mandados de busca e apreensão relacionados à segunda fase de uma operação que investiga irregularidades na liberação de emendas parlamentares por parte do governo do estado do Tocantins. A primeira fase ocorreu em maio, quando agentes apreenderam documentos em secretarias.

A Secretaria de Comunicação informou que o governo do estado está colaborando com o trabalho da Polícia Federal. Segundo nota enviada, as informações solicitadas foram prestadas com clareza.

Conforme apurado, dez equipes da PF estão nas ruas para cumprir mandados em Palmas e outras três cidades. Há mandados no Palácio Araguaia, na Secretaria de Infraestrutura, na Secretaria da Fazenda e na Redesat, televisão do governo. Os mandados foram autorizados pela Justiça Eleitoral em uma Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE).

Até o momento não há mandados de prisão ou condução coercitiva.

A denúncia é de que o governador interino Mauro Carlesse (PHS) tenha liberado emendas parlamentares às vésperas da eleição suplementar, que ocorreu no início deste mês. A suspeita foi denunciada pela coligação do candidato Vicentinho Alves (PR), que disputará o segundo turno da eleição suplementar com Carlesse no próximo dia 24.

A eleição suplementar foi convocada após a cassação do ex-governador Marcelo Miranda (MDB) e da vice dele, Cláudia Lelis (PV). Os dois foram considerados culpados por captação ilegal de recursos para a campanha eleitoral de 2014 pelo Tribunal Superior Eleitoral.

Outro lado

O governador interino Mauro Carlesse informou, em nota, que segue tranquilo. Segundo o documento, o candidato apoia toda e qualquer investigação e determinou que seus auxiliares prestem todas as informações solicitadas.

Carro da PF em frente à Secretaria da Fazenda do Tocantins, em investigação sobre liberação de emendas parlamentares (Foto: Cassiano Rolim/TV Anhanguera)

Carro da PF em frente à Secretaria da Fazenda do Tocantins, em investigação sobre liberação de emendas parlamentares (Foto: Cassiano Rolim/TV Anhanguera)

Entenda

A primeira fase da operação ocorreu em 28 de maio. Mandados foram cumpridos nas sedes da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz) e Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia, Turismo e Cultura (Seden).

Naquela ocasião, o governador Mauro Carlesse afirmou, por meio de nota, que apoia qualquer investigação destinada a esclarecer dúvidas sobre o uso de recursos públicos.

Agentes da Polícia Federal cumpriram mandados na rede de televisão estatal (Foto: Cassiano Rolim/TV Anhanguera)

Agentes da Polícia Federal cumpriram mandados na rede de televisão estatal (Foto: Cassiano Rolim/TV Anhanguera)

PF cumpriu mandado em casa na região sul de Palmas (Foto: Cassiano Rolim/TV Anhanguera)

PF cumpriu mandado em casa na região sul de Palmas (Foto: Cassiano Rolim/TV Anhanguera)

Via g1