Projeto instalará postos de coleta de leite materno em shoppings do país

Um centro de compras da capital paulista foi o primeiro a aderir ao projeto Fadas do Leite, que pretende chegar a outras cidades. Conheça a ideia!

O shopping Center Norte, na capital paulista, é o primeiro a receber em suas instalações uma sala de amamentação do Fadas do Leite. Desenvolvido por profissionais de diferentes áreas, como comunicação e saúde, o projeto inédito pretende instalar postos de coleta de leite materno em outros shoppings do país e também orientar doadoras pela internet.

O ambiente inaugural conta com poltronas, materiais para higienização e esterilização, freezer para armazenamento de leite, além de profissionais para explicar sobre o processo. A expectativa dos organizadores é que o número de doadoras de leite materno na zona norte paulistana, onde ocorrem cerca de 2 mil partos por mês, aumente 30%.

 (Assessoria de imprensa Center Norte/Divulgação)

O Brasil é referência em bancos de leite: são 221 espalhados pelo país e 186 postos de coleta. Mas há também uma escassez de doadoras, visto que essa rede só dá conta de suprir 60% da demanda para os recém-nascidos que estão na UTI, geralmente prematuros. Estima-se que o uso de leite materno nestas circunstâncias reduza a mortalidade infantil em 13%.

Para os criadores do Fadas do Leite, essa diferença nos números ocorre pois muitas mulheres desconhecem o caminho para doar. “Eu mesma tive muito leite, quis doar, mas me perdi no processo”, aponta Taís Viana, engenheira química e uma das idealizadoras da iniciativa. A instalação de locais especiais para isso no shopping é, então, uma tentativa de aproximar os dois pontos da história.

Para doar, a voluntária precisa preencher um cadastro com seus dados pessoais, histórico da gestação, do parto e da saúde dela e do filho. Estão aptas as lactantes que não fumem, não bebam, não usem drogas nem medicamentos. Na dúvida, converse com o médico.

Por Chloé Pinheiro