Com 4,6 milhões de toneladas Tocantins bate recorde em produção na safra 2017/2018

A soja permanece como a principal cultura em termos de participação no total de grãos produzidos no Tocantins

Segundo a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) a colheita de grãos na safra 2017/2018 do Tocantins deve atingir 229,5 milhões de toneladas, segunda maior da história.

De acordo com a estimativa, o Tocantins terá uma área plantada de 1,3 milhões de hectares, um aumento de 1,6%, com relação à safra passada. Já a produção, a expectativa é de aumento de 2,9%, 132 mil toneladas a mais que a obtida na safra 2016/2017, saindo de 4,5 milhões de toneladas para mais de 4,6 milhões, número recorde para o Estado.

Os dados são do 8º levantamento da Conab, divulgado nessa última quarta-feira, 16. Segundo o engenheiro agrônomo da Secretaria do Desenvolvimento da Agricultura e Pecuária (Seagro), Ricardo Britto Taques, estes índices resultam, principalmente, por dois fatores, o uso de tecnologia de ponta pelos produtores e a regularidade das chuvas. “Esses fatores proporcionaram o bom desenvolvimento das lavouras de grãos no Estado”, destacou o engenheiro.

A soja permanece como a principal cultura em termos de participação no total de grãos produzidos no Tocantins, representa 65,0% da produção total, seguido do milho em grãos (17,9%), do arroz em casca (14,7%). Nesta safra foram plantados 992 mil hectares, e deverá ultrapassar a anterior, saltando de 2,8 milhões de toneladas para 3 milhões, um crescimento significativo de 7,2%. A produtividade também terá aumento de 4,2%, quando na safra passada foi de 2,9 mil kg/ha, para 3 mil kg/hectare.

Coapa

Dados da Cooperativa Agroindustrial do Tocantins (Coapa), que tem sede em Pedro Afonso e atua em outros 11 municípios da região Centro-Norte do Tocantins,  mostram que os números são satisfatórios em todas as áreas. A produtividade média foi de 55,5 sacas de 60 quilos por hectares, superior a safra passada onde foram colhidas 44,7 sacas, um volume de 11 sacas a mais por hectare.

A boa colheita também refletiu no armazém da Coapa, que recepcionou o maior volume de soja da história da cooperativa em 22 safras. Foram 93.155 toneladas, representando um crescimento de 21,78% em relação à safra anterior. Os grãos foram entregues por 103 cooperados.

Com 45.600 hectares, a área plantada foi outro aspecto que evoluiu. Ocorreu um crescimento de 17% em relação ao último ano agrícola.

“A meta para a Safra 2018/2019 é chegar a uma área de 50 mil hectares. Com a liquidez e a margem de lucro boas, o produtor quer plantar toda a área. Se tem 400 hectares e plantou 300 na safra atual, vai plantar toda ela na próxima”, projetou o gerente comercial da Coapa, Nelzivan Carvalho Neves, ressaltando que a safra também teve bons resultados do ponto de vista comercial, devido ao clima e preços favoráveis.

Com informações ConexãoTO