Pecuarista é denunciado por lesão corporal após boi escapar de fazenda e provocar acidente

Um pecuarista de Augustinópolis, foi denunciado pelo Ministério Público Estadual (MPE) por lesão corporal grave. Isso porque um boi da propriedade dele escapou e invadiu a TO-201, colidiu com um veículo e ferindo gravemente um homem. O acidente ocorreu em 27 de setembro de 2017.

Segundo o MPE, a vítima dirigia à noite, no trecho rodoviário que liga os municípios de Augustinópolis e Buriti do Tocantins. O veículo atropelou o animal e saiu da pista, colidindo com uma cerca de arame.

A vítima sofreu traumatismo crâniofacial grave com edema cerebral, teve ferimento com cicatriz deformante na face, falência renal que resultou na necessidade de hemodiálise e uma fratura do cotovelo que destruiu a articulação e lesionou os nervos, causando a perda ou inutilidade do seu braço esquerdo, segundo aponta laudo de exame de corpo de delito.

Na denúncia criminal, o promotor de Justiça Paulo Sérgio Ferreira de Almeida conta que o animal fugiu da propriedade em razão da precariedade na manutenção das cercas que delimitam a fazenda do pecuarista.

Conforme a denúncia, várias vezes os animais do pecuarista foram vistos rodovia, tendo inclusive provocado outros acidentes.

Por assumir o risco de causar o acidente, o pecuarista foi denunciado pela lesão que resultou em perda ou inutilidade de um dos membros da vítima.

Pelo crime de lesão corporal de natureza grave, o denunciado está sujeito a prisão de dois a oito anos.

g1