Operação em Porto Nacional investiga policial civil suspeito de usar nome de presos para financiar carros

O filho do policial também é investigado e tem mandado de prisão.

A operação Indecórus realizada pela Corregedoria da Polícia Civil, nesta quarta-feira (16), investiga um policial da mesma instituição suspeito de usar o nome de presos para fazer financiamentos de carros, além de utilizar detentos para serviços pessoais fora das instituições carcerárias. A ação é realizada em Porto Nacional.

São cumpridos dois mandados de prisão, um contra o policial e outro contra o filho dele. Neste momento, a polícia está na casa do servidor cumprindo mandados de busca e apreensão. Ao todo, são oito mandados deste tipo cumpridos também na Casa de Prisão Provisória de Porto Nacional e em outras residências.

A corregedoria começou a investigar o caso há cerca de dois meses. A operação é realizada em parceria com as Delegacias Regional de Porto Nacional, Regional de Palmas, de Investigações Criminais de Palmas e o Grupo de Operações Táticas Especiais (Gote).

O policial está sendo investigado pelos crimes de peculato e corrupção passiva.

Via g1

CLOSE
CLOSE