O produto mais vendido da Volkswagen em 2017 não foi um carro

O Volkswagen mais popular do mundo teve 6,8 milhões de unidades produzidas em 2017.

O número impressionante ainda registrou uma queda em relação aos 7,2 milhões de unidades de 2016.

O detalhe é que não estamos falando do Volkswagen Polo ou do Golf. Na verdade, o VW mais vendido do mundo não chega perto dos 6,23 milhões de veículos faturados pela marca no ano passado.

 Com 45 anos de história, o salsichão da Volkswagen é mais longevo que qualquer carro da marca

Encheção de linguiça à parte, os salsichões produzidos pela VW chegaram aos 45 anos sendo sucesso de público – em sua maioria funcionários.

As currywurst fabricadas pela Volkswagen já são uma tradição nas principais unidades da empresa e sua história está diretamente ligada com a da montadora.

25 cm de alegria alemã

 Com uma equipe especializada em encher linguiça, a Volkswagen produz até 18 mil salsichões por dia

A primeira fábrica da Volkswagen foi erguida ainda durante o regime nazista em Wolfsburg, cidade especialmente criada para receber os trabalhadores da empresa responsável por produzir o carro do povo.

A parca infraestrutura da região fez com que a empresa precisasse produzir ela mesmo insumos para a linha de montagem, o que incluía alimento para seus funcionários. E isso nos leva ao tema deste post.

Segundo a cronologia oficial, o primeiro salsichão estreou no restaurante da fábrica em 1973.

Desde então, o produto passou a ser oferecido em diferentes unidades da Volkswagen e em eventos especiais, como no Salão de Frankfurt ou no encontro de entusiastas de Worthersee.

 Por que as salsichas vêm em embalagens de cinco, mas a de pães têm só quatro?

currywurst clássico tem dois sabores, com 25 cm de comprimento e 170 gramas.

Mas para quem prefere medidas menores, há uma versão compacta de 12,5 cm e 85 g.

A carne de porco usada para a iguaria até hoje é produzida na Alemanha.

O sucesso do produto fez com que a Volkswagen passasse a vendê-lo em eventos, lojas dentro da fábrica e no Autostadt, complexo que reúne diferentes museus e exposições de clássicos em Wolfsburg.

 

Revista4Rodas