Calçada adaptada para deficientes visuais tem postes sobre piso tátil

Na Arso 23 (antiga 207 Sul), uma das quadras mais valorizadas de Palmas, as calçadas foram adaptadas para deficientes visuais com piso tátil, uma espécie de guia para quem não enxerga. O problema é que existem poste bem no meio da passagem.

“O cego sozinho fatalmente ia se machucar por não estar esperando esse poste”, opina a aposentada Olga Vlah Carione.

A reclamação dos moradores é antiga, desde 2016 quando a avenida NS 7 foi asfaltada. “A gente está pedindo para ver se tirar esses postes daqui e arruma”, pede a dona de casa Maria Vaneide Sousa.

O arquiteto e urbanista Luiz Hildebrando Paz explica a importância do piso tátil para o deficiente visual.

“Ele indica à pessoa com deficiência visual que o caminho está livre. Ele não imagina que tenha um obstáculo na frente. Tem uma lei desde 2000 que estabelece que todas as calçadas deveriam ser acessíveis para a população.”

G1

CLOSE
CLOSE