Dentro de ônibus no Peru, homem ateia fogo em mulher e deixa 10 feridos

O ministério da Mulher considerou o ato uma “tentativa de feminicídio”, já que mulher não morreu devido à rapidez do motorista em atacar o homem

Dez pessoas ficaram feridas depois que um homem jogou gasolina em uma mulher e ateou fogo na vítima dentro de um ônibus na terça-feira à noite em Lima, antes de fugir, informaram os bombeiros.

O ministério da Mulher considerou o ato uma “tentativa de feminicídio” e anunciou que dará assistência legal à vítima para que denuncie o agressor às autoridades.

Os 10 feridos foram estabilizados e levados para o Hospital Loayza, informou o Corpo de Bombeiros.

O ataque aconteceu no bairro residencial de Miraflores e provocou cenas de pânico, quando um homem não identificado se aproximou de uma jovem e jogou combustível na vítima e no ônibus, antes de iniciar o incêndio.

A rápida intervenção do motorista com um extintor evitou a morte da mulher, que ficou gravemente ferida.

O agressor conseguiu fugir durante a confusão provocada pelo incêndio.

 

Afp