Qual é a melhor hora para tomar banho? E com que frequência?

Muitas atividades que integram a nossa rotina costumam ser feitas no “modo automático”. De tão habituais, não nos questionamos por que as fazemos. Você já parou para pensar por que tomamos banho todos os dias? Pode parecer uma pergunta cuja resposta é bastante óbvia, mas ela não é tão evidente assim, já que em muitas culturas não existe o hábito de tomar banho todo dia, sobretudo, no inverno.

1. Por que a gente toma banho?

Você vai responder que é para ficarmos limpos e cheirosos, certo? Certo, mas podemos aprofundar mais essa questão.

O banho significa asseio e cuidado com o próprio corpo – e, também, com a mente, já que um banho tem um poder relaxante. Em alguns casos, um banho é sinônimo de dignidade!

Outra função salutar do banho é: a epiderme é composta por células que são renovadas, ou seja, enquanto surgem células novas, outras morrem. A função do banho é eliminar essas células mortas que se depositam na epiderme. O banho ajuda a equilibrar bactérias para que outros micro-organismos, perigosos à saúde, não se alojem na pele e nas mucosas.

É através de um bom banho que retiramos resíduos naturais, produzidos pelo nosso próprio corpo (como suor, muco, sebo e células mortas), e mantemos nosso organismo saudável.

Entretanto, o excesso de banho pode ser prejudicial, uma vez que pode retirar a proteção natural da nossa pele, que é feita por bactérias comensais, como explica o Site de Curiosidades.

2. Qual a melhor hora para tomar banho?

Há quem tome banho pela manhã, ao acordar, e antes de dormir. Mas será que essa prática é benéfica?

A ciência diz que o banho da noite é mais benéfico do que o matinal, porque ele ajuda o corpo a relaxar e a dormir melhor, segundo a Revista Donna. Mas há até um estudo que comprova que um banho morno ajuda a pegar no sono.

A explicação para isso é que, logo após um banho quente, a temperatura corporal cai repentinamente – mais rápido do que sem o banho. Essa queda brusca de temperatura é interpretada pelo organismo como “é hora de dormir”. Por isso, a sensação de relaxamento vem logo após o banho.

Além desse argumento, uma pela mais jovem e saudável é beneficiada pelo banho, visto que os hormônios sexuais e de crescimento têm o seu pico de atividade durante a noite. Um banho noturno ajuda esses hormônios a manterem-se em equilíbrio.

Deitar-se sem um banho pode favorecer o surgimento de acne, já que impurezas nos poros ficam depositadas na pele.

Quem sofre com alergias sazonais também é beneficiado por um banho noturno. O pólen, por exemplo, pode fixar-se em roupas e pele, indo com você para a cama. Tomando um banho, você faz ir por água abaixo aquilo que lhe causa alergia e garante uma boa noite de sono.

Sem falar que um bom banho também é eficaz no alívio à ansiedade e à depressão, já que tem o poder de relaxar o corpo e a mente.

3. Com que frequência deveríamos tomar banho?

O Centro de Ciências Genéticas da Universidade de Utah realizou um estudo que revelou que o microbioma humano – um conjunto de microrganismos e bactérias benéficas para o nosso corpo que habitam a superfície da pele -, caso seja eliminado, pode acarretar sérios problemas de saúde,  segundo informação do site Fatos Desconhecidos.

Uma das formas de se danificar o microbioma é tomando banho todo dia. A consequência disso é a queda à resistência antibiótica. A água em si nem seria o problema, mas sim o uso de sabonete e xampu, que comprometeriam a estabilidade do microbioma.

4. Qual é a melhor temperatura da água para tomar banho?

Você é daquelas pessoas que tomam uma ducha fria ou que não dispensam um bom banho quente, mesmo no verão? Pois tanto um quanto o outro trazem benefícios – e problemas – para o organismo. O Uol fez uma matéria explicando esses prós e contras, os quais resumimos a seguir.

O banho quente, de temperatura acima dos 38°, relaxa os músculos, combate o estresse, diminui a obstrução nasal e elimina as células mortas. Entretanto, o banho quente resseca a pele, podendo até desenvolver dermatites, e provoca oleosidade capilar, aumentando a predisposição à caspa.

Já o banho frio, abaixo de 29°, fecha os poros da pele e cutículas do cabelo, constituindo uma barreira natural contra impurezas. A água fria leva mais oxigênio ao cérebro, fazendo com o que corpo desperte e fique mais atento. Além disso, o banho frio evita inflamação e tensão corporal. Mas é preciso tomar cuidado com o banho frio, porque ele pode levar à hipotermia, isto é, a uma queda brusca de temperatura.

Apesar dos prós e contras a tomar ou não banho todos os dias, tomar banho frio ou quente, nós, brasileiros, não abrimos mão do nosso banho diário. Esse já é um hábito arraigado entre nós do qual não conseguimos abrir mão.

Esperamos que com estas dicas, você faça então, ainda melhor proveito do teu banho diário!

por Gisella Meneguelli