Volvo confirma nova V60 para o Brasil e três outros lançamentos

Brasileiro não compra peruas porque não tem opção no mercado ou não há opção no mercado por falta de demanda? Bem, entre agosto e setembro deste ano teremos mais uma chance de provar que merecemos uma station para chamar de nossa.

A Volvo confirmou, durante o lançamento do XC40 no Brasil, a volta da V60 ao país. A segunda geração da perua começará a ser vendida no início do segundo semestre, em versões ainda a serem definidas.

 

Na Europa a V60 é ofertada com quatro opções de motor a gasolina, sendo duas híbridas.

As variantes convencionais são equipadas com o mesmo 2.0 com turbo e compressor usado em outros modelos da marca, com duas faixas de potência: 250 cv (T5) e 310 cv (T6).

Já as opções híbridas possuem potência combinada de 340 cv (T6 Twin Engine) e 390 cv (T8 Twin Engine).

A nova Volvo V60 irá disputar um mercado minúsculo no país, composto basicamente pela Mercedes-Benz C300 Estate (R$ 278.900) e Audi A4 Avant (R$ 195.990), já que a BMW não vende no Brasil a Série 3 Touring.

Híbridos plugados

 O XC60 T8 tem potência total combinada de esportivo: 407 cv

Além da V60, a Volvo confirmou também os novos XC60 T8 e S90. A dupla virá ao país nas versões híbridas do tipo plug-in, ou seja, que podem ser recarregados na tomada.

O XC60 T8 se posicionará no topo da gama do SUV intermediário da Volvo, atualmente tabelado entre R$ 239.950 e R$ 269.950.

 O S90 usa a mesma plataforma e motores modulares do XC90

Já o sedã grande finalmente estreia no mercado para ser a alternativa “não-SUV” ao topo de linha XC90. O XC60 T8 e o S90 chegam ao Brasil em outubro deste ano.

Outro modelo que nem foi revelado, mas já tem passaporte carimbado para o Brasil é a nova geração do S60.

O sedã intermediário chegará em meados de 2019 para disputar o mercado encabeçado pelo BMW Série 3 e Mercedes Classe C.

 Caso seja vendida por aqui, a V90 será a maior perua do mercado brasileiro

Até mesmo a V90, perua grande da Volvo, tem chances de rodar por aqui. Por enquanto o modelo fez apenas uma rápida aparição em Santa Catarina, mas o interesse de potenciais clientes pode mudar esse cenário.

 

Rodrigo Ribeiro