Santander abre 1.070 bolsas de estudos no exterior

Banco selecionará estudantes de graduação para cursar um semestre no exterior; alunos receberão ajuda de custo do equivalente a € 3.000 (R$ 12.000)

O Santander abriu na terça-feira as inscrições para a seleção de 1.070 estudantes para seu programa de bolsas de estudo no exterior. Os contemplados receberam o equivalente 3.000 euros (12.000 reais) para cursar  um semestre em universidades de 9 países.

Para participar, é preciso estar matriculado em um curso de graduação e que a universidade de origem tenha um acordo com a instituição de destino. O Programa de Bolsas Ibero-Americanas permite escolher intercâmbio em universidades na Argentina, Colômbia, Chile, Espanha, Peru, Porto Rico, Portugal, México e Uruguai.

O valor da bolsa é destinado a custear despesas como taxas universitárias, transporte, hospedagem e alimentação.

As inscrições devem ser feitas até o dia 12 de setembro por meio do site do programa ou do aplicativo para celular Santander Universitário.

Além do programa para universidades ibero-americanas, o Santander tem outras duas seleções em andamento para bolsas de estudo no exterior.

O Santander Mundi, que prevê ajuda de custo equivalente 4.000 euros (16.000) para intercâmbio em cursos de graduação e pós-graduação de 20 países. As inscrições vão até o dia 11 de julho. E o Top España, que dará curso de espanhol e cultura espanhola  por três semanas na Universidade de Salamanca a 100 alunos. Os contemplados terão todos os custos cobertos pelo banco, como passagem, transporte, hospedagem, alimentação e material. Mais informações sobre esses programas estão no site www.santanderuniversidades.com.br.

Vj