Ford aumenta preços de Ka, Ka Sedan e Focus

A Ford segue trabalhando para reposicionar o Ka. Às vésperas da reestilização que deve estrear entre maio e junho, todas as versões do hatch e do sedã ganharam acréscimos na etiqueta.

Os aumentos variam de R$ 60 a R$ 870 dependendo do modelo e da configuração. O Focus também recebeu aumentos.

Ford Ka (hatch)

Bem nas vendas, o Ka passará por mudanças e ficará semelhante ao da versão europeia  (Divulgação/Ford)

O Ka de entrada, chamado de Ka S, foi lançado em outubro de 2017 por R$ 44.030. Em janeiro desse ano, passou a R$ 43.780.

No mês seguinte, a marca voltou atrás e deixou a versão mais cara novamente, valendo R$ 44.280.

Para março, outro acréscimo, agora de R$ 500 e o preço final de R$ 44.780.

Equipado com o motor 1.5, o Ka SEL é a versão mais cara do hatch e a que recebeu o maior aumento: R$ 610.

Por R$ 57.390, o valor é maior que os R$ 56.690 cobrado pelo Fiesta SE 1.6.

Além do lançamento da versão aventureira Freestyle, que estreou em janeiro, o novo Ka irá receber a central multimídia Sync 3, novas opções de motor, transmissão automática e, possivelmente, barras de proteção lateral.

Ford Ka Sedan

Ka Sedan receberá o mesmo visual repaginado do hatch (Divulgação/Ford)

O Ka Sedan foi o responsável pelo maior e o menor reajuste da Ford. A versão de entrada recebeu acréscimo de R$ 870 e saltou dos R$ 48.650 para R$ 49.520.

Já a topo de linha, vendida anteriormente por R$ 61.190, ficou R$ 60 mais cara e custa agora R$ 61.250.

Apesar de já contar com versões mais completas, o sedã também ganhará visual repaginado nos próximos meses.

 

Em 2017

No último ano, o hatch foi o veículo mais vendido da marca e o terceiro no ranking do país com 94.893 unidades emplacadas.

Em 2018 o Ka está disputando a vice-liderança carro a carro com o rival HB20.

Já o Ka Sedan não conseguiu o mesmo sucesso. O modelo registrou 27.647 unidades em 2017 e ficou atrás de rivais como: Etios Sedan (31.395), HB20S (32.232), Voyage (40.822) e o líder Prisma (68.988).

Hatch e sedã foram avaliados pelo teste de impacto do Latin NCAP e receberam a nota mínima (zero estrela).

A avaliação foi realizada em outubro de 2017.

Ford Focus Fastback

Focus tem de série rodas de liga leve e volante multifuncional (Christian Castanho/Quatro Rodas)

Longe do volume de vendas do trio best-seller (Corolla, Cruze e Civic), o Focus Fastback se tornou uma boa opção de compras entre os sedãs médios esquecidos pelo mercado.

Porém, a partir de março, o três volumes teve o preço reajustado em R$ 500 para quase todas as versões.

A de entrada (SE 2.0), custa agora R$ 85.700 – com o sistema multimídia Sync 3, o valor sobe para R$ 86.800.

Apenas a topo de linha Titanium Plus 2.0 não recebeu acréscimos e manteve o preço de R$ 110.000.

Mateus Silveira