Você sabe de quanto em quanto tempo deve cortar o cabelo?

Três meses. Esse é o tempo máximo que os fios podem ficar longe da tesoura. Depois disso, a tendência é o surgimento do ressecamento e das pontas duplas, condições que podem ser agravadas pelo uso de secador, modelador de cachos, química, poluição, exposição solar, praia e outros agentes externos. “As cutículas se abrem, aumentando o aspecto de cabelo não cuidado”, explica a dermatologista Carla Vidal, de São Paulo.

Sim, existem produtos que amenizam estes efeitos colaterais. “É o caso dos finalizadores formulados com silicone e dos tratamentos à base de vitaminas, que devolvem o equilíbrio hídrico ao fio”, diz Luann Lôbo, dermatologista de Brasília. Mas a ação é limitada e nada como um bom corte para exterminar de vez as temíveis pontas divididas em dois, três e até quatro partes que teimam em embaraçar geral — inclusive as áreas saudáveis da haste capilar. Moral da história: tesoura na hora certa deixa as mechas visivelmente mais bonitas por dentro e por fora!

Meninas que amam cabelo comprido e esquecem do poder de um bom corte (inclusive na fase de crescimento!) devem ter cuidados redobrados. “É mito dizer que aparar faz o cabelo crescer mais rápido, mas o hábito ajuda a manter os fios saudáveis, sem pontas duplas e com menos risco de quebra”, conta Carla.

Mais uma dica de ouro: escolha um profissional de confiança. “Ainda que existam tutoriais de como cortar em casa, nada supera a expertise de um bom cabeleireiro”, explica a expert. A gente concorda!

 

Camila Neves