Citroën confirma C4 Cactus no Brasil para brigar com HR-V

Utilitário esportivo será lançado no segundo semestre com motor turbo mais potente do segmento e câmbio automático

Conforme antecipado pela revista Quatro Rodas no final de 2017, a Citroën confirmou a produção do C4 Cactus no Brasil.A única diferença está no cronograma: segundo a fabricante, o crossover será lançado no segundo semestre no país, já com a reestilização adotada pela versão europeia.

Destaque do modelo anterior, as bolsas de ar emborrachadas agora estão apenas na porção inferior das portas (Divulgação/Citroën)

Segundo o jornalista Marlos Ney Vidal, do site Autos Segredos, o C4 Cactus nacional usará o mesmo 1.6 16V aspirado (122 cv) e turbo (173 cv) do Peugeot 2008.

A diferença, segundo Vidal, será que o Cactus irá oferecer câmbio automático de seis marchas com ambos os motores, enquanto o “irmão” dispõe desta caixa somente na versão mais fraca.

Painel do C4 Cactus europeu é simples e tem soluções que podem não vir ao Brasil (Divulgação/Citroën)

O interior da versão nacional será diferente e pode não contar com as duas telas superiores usadas no Cactus europeu.

Um novo painel também eliminaria a necessidade do exótico airbag frontal do passageiro que infla a partir do teto.

Painel tem visual limpo, com  (Divulgação/Citroën)

Por ser posicionado na faixa de R$ 80 a R$ 100 mil – acima do Aircross -, o modelo pode não dispor de alguns equipamentos ofertados em outros mercados, como a exclusiva suspensão hidráulica e frenagem autônoma de emergência.

A marca promoverá outras mudanças para adequar o Cactus ao gosto nacional. Entre as alterações está o vidro traseiro capaz de ser baixado – na versão europeia ele só pode ser basculado, como em carros antigos e o DS 4.

Por Rodrigo Ribeiro, QR