Secretário visita Núcleo do Procon e CPP de Porto Nacional

Para conhecer as instalações que competem à Secretaria de Estado da Cidadania e Justiça (Seciju) no interior do estado, alinhar procedimentos operacionais entre as unidades prisionais e compreender a rotina e as demandas dos servidores, o gestor da pasta, Coronel Glauber de Oliveira, visitou nesta segunda-feira, 05, as instalações do Núcleo do Procon e da Casa de Prisão Provisória, ambos em Porto Nacional.

Durante a visita ao Núcleo Regional do Procon, o Coronel Glauber de Oliveira esteve acompanhado do superintendente do Procon no Tocantins, Nelito Cavalcante, e do gerente regional do referido Núcleo, Manoel Getúlio Quinaud. Na ocasião, os servidores puderam dialogar sobre a rotina e as condições de trabalho, e sugeriram, inclusive, um prédio mais centralizado e com mais espaço, facilitando assim o acesso do consumidor ao órgão.

“Apesar das nossas dificuldades orçamentárias, estamos levantando esforços em todos os sentidos. Com empenho de toda a gestão, vamos trabalhar para suprir as deficiências do cotidiano e facilitar o acesso do consumidor e as condições de trabalho do servidor”, afirmou o secretário.

Diante disso, ele autorizou a gerência do Núcleo a procurar um novo prédio que atenda às necessidades reais do órgão em Porto Nacional. “Essa também é uma preocupação do governador Marcelo Miranda, de que sejam garantidos bons serviços em todo o Tocantins para quem necessita, bem como condições de trabalho favoráveis para os servidores”, acrescentou.

O gerente regional do Procon de Porto Nacional, Manoel Getúlio, em nome dos servidores, avaliou a visita como positiva. “Mostra o empenho da gestão em atender as nossas demandas. A gente se sente muito enaltecido com a presença do superintendente Nelito Cavalcante e do Coronel Glauber, conversando conosco e reconhecendo e valorizando o trabalho do servidor”, pontuou.

CPP de Porto Nacional

Após a visita às instalações, o secretário seguiu para a Casa de Prisão Provisória de Porto Nacional, acompanhado do superintendente do Sistema Penitenciário e Prisional, Hélio Marques. Recebido pelo chefe da unidade, Marcelo Silva Costa, o secretário conheceu os projetos desenvolvidos pela unidade, a escola prisional, a horta local, as instalações e a aparelhagem do estabelecimento penal.

“Aqui desenvolvemos o ‘Projeto Amarelinho’ com os reeducandos. São dez detentos que tem auxiliado a comunidade de Porto Nacional realizando a limpeza de escolas, postos de saúde, do abrigo João XXIII, e também participando do mutirão de combate à dengue que acontece aos domingos”, expôs o chefe da unidade, contando que após autorização do juiz da comarca, cada dia de trabalho conta um dia de remissão de pena.

A unidade prisional de Porto Nacional também mantém 40 alunos assíduos às aulas da escola prisional, curso de libras e preparatórios para o Enem e Encceja PPL. “Sabemos que as mudanças não acontecem de um dia pro outro, mas a preocupação de estar dentro da unidade conhecendo à realidade do estabelecimento penal já enche a gente de expectativa”, completou Marcelo Silva Costa.

Jaqueline Moraes, Palmas