Projeto “Agentes da Democracia” é lançado em Colméia e contemplará 70 escolas no Estado

Projeto “Agentes da Democracia” é lançado em Colméia e contemplará 70 escolas no Estado

Despertar o interesse e a participação dos jovens na vida política do país é um dos fatores que contribuem para o fortalecimento da democracia. Por isso, a Justiça Eleitoral do Tocantins, por meio da Escola Judiciária Eleitoral (EJE), lançou na tarde desta sexta-feira (2/3), o projeto “Agentes da Democracia – formação de eleitores e políticos do futuro”, no Colégio Estadual Serra das Cordilheiras, em Colméia, sede da 16ª Zona Eleitoral.

O evento contou com a presença de cerca de 500 alunos, que participaram de palestras com os temas “A importância da participação do Jovem no Processo Eleitoral”, ministrada pelo servidor da EJE, Denilson Mariano, e “O Político do Futuro: com o poder vêm grandes responsabilidades” ministrada pelo assessor jurídico do TRE-TO, Adilson Cunha Silva.

Os alunos também participaram de atividades interativas como jogo de tabuleiro e as eleições simuladas na urna eletrônica, a pesquisa de satisfação também está sendo realizada em uma das urnas.

A diretora da EJE e vice-presidente e corregedora do TRE-TO, desembargadora Ângela Prudente, destacou o apoio incondicional da presidência do Tribunal  nessa missão de preparar os jovens para o exercício da cidadania. “Não existe democracia sem educação cidadã e nesse contexto entendemos ser necessária uma participação ativa da Justiça Eleitoral na formação direta de eleitores e políticos do futuro”, ressaltou a desembargadora.

“Como representantes do Pode Judiciário devemos dialogar com os estudantes, que participarão do processo eleitoral pela primeira vez, para explicar a importância do voto consciente e como a política pode afetar diretamente a vida deles”, avaliou o juiz eleitoral Ricargo Gagliardi.

O diretor Regional de Educação, padre Milton, falou sobre a importância da implementação dos grêmios estudantis nas escolas. “O fortalecimento dos grêmios estudantis estimula o engajamento dos alunos em ações de cidadania, como participar das decisões tomadas dentro da escola, e esse é o primeiro contato desses jovens com a política”, disse.

Para a Coordenadora do Projeto Ana Carina Souto “foi uma grata satisfação presenciar o entusiasmo e energia com que os alunos e professores receberam o projeto, este é o maior objetivo de nossas ações, além de servir de motivação para toda equipe continuar engajada”.

“Nós somos o futuro então não podemos esperar a mudança de quem já está no poder, a mudança deve partir de nós pra que tenhamos um futuro melhor”, revelou a presidente do grêmio estudantil Monalisa Ribeiro, 15 anos.

Escolas

Participaram também do evento os alunos do 9° ano da Escola Estadual Arizinho.

Na primeira etapa, o projeto percorrerá, até o próximo dia 8 de maio, todas as Zonas Eleitorais do Tocantins, atendendo 70 Escolas Estaduais, e visa conscientizar, capacitar, mobilizar e incluir social e politicamente os jovens matriculados no ensino médio da rede pública de ensino.

Cronograma

Entre os dias cinco e 14 de março, a equipe a Escola Judiciária Eleitoral estará realizando atividades em 11 escolas na Região Norte do Estado, localizadas  nos municípios de Araguatins, Augustinópolis, Axixá, Itaguatins, Tocantinópolis, Xambioá e Wanderlândia.

Autoridades

Participaram o lançamento do projeto em Colméia o diretor executivo da EJE, o magistrado Henrique Pereira dos Santos, o promotor eleitoral, Guilherme Cintra, a representante da Câmara Municipal de Colméia, vereadora Nilza e a diretora da Escola Estadual Serra das Cordilheiras, Angelita Maria Lima, além do corpo docente da Escola e outras autoridades municipais.

TRE