Público prestigia em peso atrações da quarta noite do Capital da Fé

“Por onde vamos, sempre falamos desta festa aqui de Palmas. Porque é lindo em pleno feriadão onde muitos estão enchendo a cara, as famílias de Palmas estão se enchendo do espírito, mostrando que têm sede de Deus”, disse Cassiane. A cantora, reconhecida nacionalmente por suas canções de fervor, repertório marcante nas igrejas cristãs e uma voz forte, se apresentou em Palmas pela terceira vez nesta terça-feira, 13, quarto dia de Palmas Capital da Fé. O evento se tornou tradição no período de Carnaval em Palmas e reúne centenas de famílias da Capital, Tocantins e região.

Outra atração de peso da quarta noite de Capital da Fé, o coral interdenominacional Kemuel frisou sua gratidão em pela primeira vez louvar a Deus junto com o povo de Palmas. “É um evento muito grande. Gostaria que isso se manifestasse em todo o Brasil, porque a cidade é quem ganha em passar a investir nas famílias, trazendo uma palavra que vai gerar transformação e acredito que seja um propósito de Deus para esta cidade”, avaliou o pastor David Marx, do coral Kemuel.

A chuva rápida refrescou a noite e não atrapalhou a animação do público e nem as atrações nacionais e regionais presentes. As vozes das 50 mil pessoas que compareceram ao Capital da Fé nesta terça-feira, 13, formaram a cada apresentação um coro de louvor animado.

Além de Cassiane e o grupo Kemuel, o som de Thales Roberto também fez a plateia se agitar. De braços erguidos, o público retribuiu acompanhando as canções.  O músico Edson Lopes, morador de Palmas, concordou. “Vim animado, gostei das atrações. Vale a pena trazer, sim, tantas artistas da música gospel para cá”, avaliou.

“Muitas pessoas ainda estão perdidas, mas ainda correm para os braços de Deus porque estão mais sedentas querendo mais Sua presença e isso é uma bênção, como a oportunidade de estar aqui. Acredito que Deus preparou estes dias para profetizarmos fé. Quanto mais fé as pessoas tiverem mais capacitadas elas vão estar para enfrentar as adversidades e caminhar”, disse Thales sobre o fervor do público do Capital da Fé.

Público eclético

A funcionária pública Adriana Tavares e o marido, o pintor Manoel Bonfim, que moram no Setor Santa Bárbara, em Palmas, reuniram a família e vizinhos para participar do Capital da Fé, nesta terça-feira, 13. “O evento é 100% aprovado, a gente sempre vem todo ano, convidamos mais pessoas e curtimos. É bom ter esse tipo de coisa pensada para a família cristã”, disse Adriana, que assistiu as atrações na primeira fila.

Além de famílias da Capital e do interior do Tocantins, muitos dos espectadores vieram de outros estados, como Pará, Maranhão e Piauí.  A estudante Gabrielly Parra veio de Brasília (DF) para participar do Capital da Fé. “Vim para assistir ao coral Kemuel, fiquei sabendo por familiares que moram aqui e estou gostando bastante. Pretendo voltar em outras edições”, disse.

“Gostei bastante, vim com minha irmã pela primeira vez e achei tudo muito bom. Na minha região não há eventos como este que nos ajudam a buscar mais de Deus, receber graça”, destacou a gestora pública Priscila Oliveira, de Jussara (GO). Também foram atrações da quarta noite de evento, o rapper Cela Éfeso, de São Paulo, o DJ JP e as duplas André e Felipe e Lorena e Raylane.

 

Transmissão ao vivo

Além da grande variedade de atrações, o diferencial desta quarta edição esteve na transmissão ao vivo de todos os shows do Capital da Fé em tempo real pela internetgraças à divulgação através dos canais oficiais da Prefeitura de Palmas nas redes sociais, o que garantiu público por todo o Brasil e em outras partes do mundo.

“Eu não fui nessa festa, mas acompanho em casa e está linda festa”, disse Lorena Rangel Souza, por meio de um comentário pelo Facebook. “Tá aí um lugar sem igual. Estive ontem e não tem festa igual, só de você chegar você já sente uma coisa diferente. Palmas Capital da Fé, o melhor carnaval do Norte do Brasil”, registrou também o internauta Pablo Souza, no Facebook.

Tradição palmense

A prefeita em exercício, Cinthia Ribeiro, prestigiou os shows e prestou uma homenagem em forma de louvor ao prefeito licenciado, atualmente presidente interino da Frente Nacional dos Prefeitos (FNP), Carlos Amastha, pelo desafio de tornar o Capital da Fé uma realidade em Palmas.

“Foi uma demonstração de gratidão pelo legado de fé e esperança que Palmas ganhou e que permite a renovação de valores”, disse a prefeita Cinthia Ribeiro.

Amastha ressaltou o apoio de entidades locais na concretização do evento como uma tradição de sucesso. “Nisso aqui não há distinção de religião, é um evento que nos demonstra apenas que Deus não está presente, mas mora entre nós e que o Senhor Jesus é palmense”, disse Amastha.