Lagoa da Confusão: Polícia Civil recupera e devolve  celulares aos verdadeiros donos 

A Polícia Civil do Tocantins, por intermédio da Delegacia de Lagoa da Confusão efetuou, na tarde desta quarta-feira, 14, a restituição aos legítimos proprietários de quatro aparelhos celulares, os quais foram furtados e/ou roubados, em meses anteriores e recuperados, mediante ações realizadas por policiais civis daquela delegacia.

Durante à tarde, os verdadeiros donos dos objetos, munidos da documentação necessária, compareceram até a sede da DP de Lagoa onde o delegado Hismael Tranqueira e sua equipe fez a restituição dos aparelhos celulares.

Na oportunidade, o delegado falou sobre a ação e orientou à população em geral quanto aos procedimentos a serem adotados por quem tem o aparelho celular ou qualquer outro bem subtraído. “È muito importante que às vítimas compareçam a delegacia de polícia mais próxima de posse da nota fiscal do aparelho e/ou o número do IMEI para que possamos dar início às investigações e, desta maneira, localizar o bem e identificar o autor ou autores do crime”, ressaltou o delegado.

O Delegado também alertou a população quanto aos perigos de se adquirir produtos por preços muito baixos e sem comprovação de procedência. “A população deve ficar atenta e desconfiar de celular ou qualquer objeto que esteja sendo vendido sem nota fiscal ou com o preço muito abaixo daqueles praticados, normalmente, no mercado, pois quem adquire produto nessas circunstâncias poderá responder pelo crime de receptação”, enfatizou o delegado.

No ato da entrega, Marcelo Damas, uma das vítimas que recebeu seu aparelho de volta, elogiou muito o trabalho realizado pela equipe da Delegacia de Lagoa da Confusão; “Sinto-me feliz, honrado e protegido pelo excelente trabalho realizado pelos policiais da Delegacia de Lagoa da Confusão, pois graças ao empenho da Polícia Civil, consegui reaver meu celular”, pontuou.

Na ocasião, Marcelo também se disse satisfeito com as respostas que têm sido dadas pela Polícia Civil em relação aos crimes de furtos e roubos, cometidos na cidade.

O delegado esclareceu ainda que as pessoas que adquiriram os celulares furtados/roubados foram autuadas pelo crime de receptação, conforme determina a lei.