Indústria encerrou 2017 com estoque de 701 mil t de suco de laranja

O Brasil encerrou o ano passado com estoques de suco de laranja 41,3% maiores que em 2016. A informação é da Associação Nacional dos Exportadores de Sucos Cítricos (CitrusBr), que reúne as maiores processadoras que atuam no país, com base em auditorias.

Em 31 de dezembro passado, estavam nas mãos da indústria de suco 701,981 mil toneladas do produto, sendo 500,488 mil no Brasil e 202,493 mil no exterior. Na mesma data em 2016, o volume estava em 497,283 mil toneladas, sendo 321,774 no país e 175,609 mil fora do território brasileiro.

“Todos os olhos agora estão voltados para a próxima safra que, ao que tudo indica, não será grande”, diz o diretor-executivo da CitrusBR, Ibiapaba Netto, no comunicado divulgado pela entidade.

A expectativa da indústria é de chegar ao meio do ano com 254,200 mil toneladas estocadas, o que ainda seria mais que o dobro do registrado em 30 de junho de 2017, de 107,387 mil. Mesmo assim, seria um dos menores volumes da série histórica, equivalente a 35 semanas de abastecimento do mercado.