Fiéis fazem banquete para cães em Dia de São Lázaro

Teve dono que comeu no mesmo prato do amigo de estimação para cumprir promessa ao santo. Banquete para os animais é tradição em cidades do Tocantins.

O dia de São Lázaro tradicionalmente é comemorado pelos fiéis no Tocantins com um banquete para os cães. O amor pelos animais é tanto que os religiosos fazem até promessa pela saúde dos bichos e dividem o prato durante a comemoração. O Bora Alí, quadro do jornal da Tv Anhaguera  acompanhou de perto a festa realizada em uma chácara no distrito de Luzimangues, em Porto Nacional.

Bora Ali: Carlos Gomes acompanhou a celebração de São Lázaro

Bora Ali: Carlos Gomes acompanhou a celebração de São Lázaro

Antes da comida tem uma missa em homenagem a São Lázaro. O frei Felisberto Caldeira explica porque o santo é protetor dos animais. “Jesus conta aquela parábola do rico que banqueteava todo dia, enquanto o pobre Lázaro ficava na calçada e ninguém ligava para ele. Os cachorros iam lamber as feridas dele. Hoje, a gente cuida dos cães, que são fiéis amigos dos donos”, conta.

O anfitrião é o cachorro Valente que faz questão de receber os convidados na entrada da chácara. No cardápio tem galinha caipira, carne de porco, carneiro e churrasco. A prioridade é dos animais. Eles são servidos em pratos, em cima de uma toalha branca.

Só depois os donos entram na fila. “Estamos na área agora. Primeiro foi a vez dos cachorros, agora nós vamos comer um pouquinho também porque somos filhos de Deus. E viva os cachorros”, disse Jailson de Sousa Martins.

O amor pelos animais é tanto que a dona Derci Souza fez até uma promessa pela vida da companheira Bibi. “A cobra cascavel mordeu a Bibi. Eu estava dando ela como morta, mas peguei um pouco de óleo de buriti e dei para ela. Fiz a promessa para o senhor São Lázaro, que se minha cachorra não morresse, levantasse e ficasse perfeita no dia de São Lázaro eu comia no prato junto com ela. E hoje estou cumprindo minha promessa”, disse.

O dono da chácara conta que a tradição é coisa de família. “Essa devoção vem do meu avô. Tem 74 anos que a gente festeja todo ano essa devoção a São Lázaro”, Paulo Sandes.

TV Anhanguera