8 Artigos de vestuário que são um perigo para sua saúde

Diariamente, usamos roupas que parecem confortáveis ​​e lindas, e não percebemos que podem prejudicar nossa saúde. Nunca nos ocorre associar uma dor de cabeça, com uma bolsa escolhida incorretamente, ou com a pressão da roupa íntima muito apertada. Mas, se não deixarmos de usar essas peças com frequência, as consequências podem ser ainda mais deploráveis.

Fio dental

Muitas mulheres gostam de usar fio dental, porque se sentem sexy. Mas o uso frequente desse tipo de calcinha ou biquíni aumenta o risco de infecções do sistema reprodutivo. O fio dental geralmente é feito de materiais sintéticos, que retêm a umidade e o calor, criando assim um habitat ideal para o desenvolvimento de bactérias perigosas. E possíveis feridas causadas por essas calcinhas podem causar irritações e traumas na pele delicada das partes íntimas. Definitivamente, não se deve usá-las todos os dias.

Sutiã push-up

Um sutiã que aumenta e levanta visivelmente os seios é perigoso, porque pode espremer os dutos e os tecidos mamários e deixar mais lenta a circulação sanguínea, o que no futuro pode causar o surgimento de tumores. Você pode usá-lo, mas de vez em quando. Você não deve vestir essa roupa íntima por mais de 12 horas seguidas e, ainda mais, dormir de sutiã (isso se aplica a todos os tipos). Depois de tirá-lo, faça uma massagem suave dos seios. Antes de comprar um sutiã push-up, certifique-se de que o tamanho fica bem em você e que não está apertado. Outra questão importante é verificar se o produto é feito com material de boa qualidade.

Roupa íntima modeladora

Falando da roupa íntima que prejudica a saúde da mulher, não podemos deixar de mencionar a roupa modeladora. As mulheres que frequentemente a usam reclamam de acidez no estômago e inchaço, porque essa peça comprime o estômago. Mas essa não é a pior parte. Alguns médicos dizem que o uso constante de roupas modeladoras pode levar ao câncer de estômago e também à trombose, provocar varizes e problemas nas costas (pressiona a parte inferior das costas). Além disso, essa roupa é hermética, isto é, não permite que a pele respire, o que pode causar irritações e erupções cutâneas. Nesse caso, há apenas um conselho: é melhor se livrar do excesso de peso com dieta e exercício, do que modelar constantemente o corpo com roupas íntimas.

Jeans skinny

A calça jeans justa pode causar muitos problemas: inchaço, distúrbios na circulação sanguínea (e, como consequência, varizes), problemas digestivos, por causa da pressão na região abdominal e entorpecimento da pele. Os médicos compararam as calças justas com um espartilho e até surgiu a expressão “jeans pelvis” para os adolescentes, cujos ossos pélvicos acabam sendo deformados e ficam com malformações por causa do uso constante de jeans apertados. Mas o jeans skinny pode ser perigoso não só para adolescentes. Uma mulher australiana de 35 anos passou alguns dias no hospital devido ao entorpecimento das pernas. Ela usava jeans desconfortáveis ​todos os dias e, uma noite, tropeçou e caiu. Somente cortando os jeans apertados e diminuindo o forte inchaço, os médicos conseguiram lhe devolver a possibilidade de se movimentar.

Calçados com saltos altos e solados planos

Quando andamos de salto alto, o peso do corpo é distribuído de maneira desigual no pé. A carga principal é absorvida pelos dedos, então as mulheres que preferem stilettos geralmente têm dedos deformados. Além disso, nosso centro de gravidade muda, fazendo com que nossa coluna sofra. Esse tipo de calçado também causa artrite e osteoartrite, calos, deformidades das articulações, varizes, curvatura da postura, dores, deslocamentos e lesões… A beleza vale tanto sacrifícios?

Mas os sapatos sem salto (de sola plana) estão longe de serem inofensivos. Esse tipo de calçado não absorve o impacto do calcanhar contra a superfície, então ao caminhar nosso esqueleto sofre microtraumas. Escolha calçados com um solado grosso, que ofereça suporte para a flexão natural do pé. Se você tiver de passar o dia todo com calçados não muito confortáveis, faça exercícios. Flexione e estique seus pés várias vezes, gire e agite suas pernas para aliviar a tensão muscular.

Chinelos

Todo mundo tem chinelo. Acontece que esse calçado tão leve e confortável, na verdade, é muito traiçoeiro. O Serviço Sanitário Britâncio emitiu um relatório indicando que todos os anos 200 mil mulheres britânicas são tratadas por doenças causadas pelo uso excessivo de chinelo. Cientistas da Universidade de Auburn (EUA) também mostraram que esse tipo de calçado é prejudicial à saúde. Eles observaram as características do caminhar de 39 voluntários dos dois sexos. Descobriu-se que este calçado muda notoriamente a forma de caminhar. Para manter os chinelos nos pés, as pessoas têm de dar pequenos passos, virar seus tornozelos para dentro, e isso pode causar tensão muscular excessiva, entorses, esporões no calcanhar, edema e convulsões. Conclusão: é melhor não usar chinelos de praia por muito tempo. Ou, pelo menos, escolha modelos com uma correia no calcanhar, que fixe firmemente o pé na posição correta.

Bolsa pesada sobre o ombro

Quando as bolsas espaçosas entraram na moda, as mulheres adoraram. Por fim, era possível transportar tudo o que precisavam. Como resultado, algumas mulheres carregam uma bolsa muito pesada diariamente sobre um ombro. Logo começaram a se sentir incomodadas com dores de cabeça e desconforto no pescoço (porque os músculos ficam apertados com o peso). A postura se altera, porque o ombro em que uma mulher carrega bolsa fica mais alto involuntariamente e os discos vertebrais se movem. Para evitar isso, carregue a bolsa alternadamente em um e em outro ombro. Em geral, a bolsa não deve pesar mais do que 10% do seu peso corporal. Uma boa alternativa pode ser uma mochila com alças largas (espalhar uniformemente a carga), que deve ser usada nos dois ombros. Se você ainda preferir usar bolsa, faça um pequeno teste, antes de comprá-la. Tente tocar o fundo da bolsa com a mão. Se sua mão “se afogar” até o cotovelo ou mais na procura do fundo, procure outro acessório, pois esse é muito grande para você.

Bijuterias baratas

A bijuteria barata pode conter metais perigosos e produtos químicos. Cientistas dos EUA testaram 99 joias de 14 lojas online diferentes. A análise confirmou a presença de arsênico, cádmio, chumbo e mercúrio nessas peças elegantes em quantidades consideradas perigosas para a saúde. Em outro estudo, pesquisadores descobriram que, das 103 amostras de joias chinesas baratas para crianças, 12% continham uma quantidade perigosa de cádmio, um dos metais mais tóxicos. O uso prolongado de um ornamento desse tipo pode causar muitos problemas de saúde. E, se uma criança acidentalmente engolir a peça, pode até ser fatal. Portanto, tenha muito cuidado ao comprar joias. Os brincos, especialmente para o piercing, devem ser feitos apenas do chamado aço cirúrgico. As correntes, pulseiras, anéis podem ser feitos de plástico ou de metais de baixo custo, mas devem necessariamente ser cobertos por um verniz protetor.

Tenha muito cuidado e não siga a moda que pode ser perigosa para sua saúde.