Seduc To reúne diretores regionais de Educação para orientar o início do ano letivo/2018

Diretores regionais discutem ações pedagógicas para 2018 com foco na realidade sobre a aprendizagem dos alunos, O encontro foi realizado na sala de reuniões da Seduc e segue até esta sexta-feira

A Secretaria de Estado da Educação, Juventude e Esportes (Seduc) realizou nesta quarta-feira, 10, a primeira reunião com os diretores regionais e assessores pedagógicos das 13 Diretorias Regionais de Educação (DRE). Entre os assuntos da pauta, estão as orientações pedagógicas que serão levadas para as escolas na semana de preparação do plano de trabalho para o ano letivo, que acontecerá no período de 16 a 19 de janeiro, em todas as 515 unidades escolares da Rede Estadual.

Como este ano a Seduc realizou o período de matrículas com antecedência foi possível planejar o ano letivo com mais tranquilidade. Na maioria das unidades escolares o quadro de professores já está completo. O Calendário Escolar também está pronto, com as datas das avaliações diagnósticas, dos Simulados do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), do Planejamento Pedagógico e o período de fortalecimento da aprendizagem. O Calendário Pedagógico é um instrumento que garante um cumprimento dos 200 dias letivos e a carga horária mínima exigida.

A secretária Wanessa Zavarese Sechim ressaltou que este ano a tarefa principal é consolidar o trabalho que foi implementado em 2017. “Continuaremos com as avaliações diagnósticas, com a análise dos dados educacionais e o planejamento conforme a realidade de cada unidade escolar, tendo como foco sempre a melhora da aprendizagem. Ressaltamos a importância das Regionais e da escola elaborar o seu planejamento pedagógico observando o Documento Referência para a elaboração dos planos de estudo”, explicou.

Dentre as recomendações da professora Wanessa está a valorização dos alunos. “Se apenas um aluno deixou de aprender um conteúdo, devemos procurá-lo, porque é esse o papel da escola, é isso que ele espera da unidade escolar, é essa atitude que a família espera da escola”, frisou.

A secretária Wanessa lembrou os alunos e os professores que se destacaram em 2017, sendo premiados em olimpíadas ou concursos nacionais, como os estudantes que se destacaram na olimpíada de Robótica e de Matemática. “Esses alunos e professores nos proporcionaram muitas alegrias e confiança para continuar o nosso trabalho”, frisou.

A Seduc compartilhou o Guia de Orientações Pedagógicas para o ano de 2018 e ainda foram discutidos assuntos como livros didáticos, formação de professores e orientações sobre os programas Se Liga e Acelera Tocantins, desenvolvidos no Tocantins com a parceria do Instituto Ayrton Senna.

BNCC

Como 2018 será o primeiro ano de aprovação da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) para a educação infantil e educação fundamental, a recomendação da secretária da Educação é a formação de grupos estudos do documento. A BNCC estabelece as diretrizes para a elaboração dos currículos das redes municipais, estaduais, particular e federal de ensino. A implantação da BNCC será realizada a partir de 2019, tendo o prazo máximo para a sua implementação até o início do ano letivo de 2020.

Para o superintende de Tecnologia e Inovação, Wilson Alves Pereira, a BNCC representa um grande avanço para a educação brasileira. “Antes tínhamos os Parâmetros Curriculares, que eram documentos genéricos. A BNCC está escrita de forma clara, com os conteúdos definidos passo a passo”, explicou.

Confiança no trabalho para 2018

Jane de Cássia Ribeiro dos Santos Maciel, diretora regional de Educação de Dianópolis, disse que está muito confiante com o trabalho para 2018. “Temos uma proposta pedagógica bem elaborada, estamos com todos os professores modulados e essas ações faz com que o semestre letivo inicie de forma tranquila”, disse.

Leila Maria Florença França, da Diretoria Regional de Educação de Arraias, também ressaltou a experiência com a Proposta Pedagógica da Seduc, que norteia as ações das unidades escolares. “Este ano será mais fácil trabalhar porque daremos continuidade com todas as ações que iniciamos no ano passado. A nossa alegria é que já estamos quase com 100% dos alunos das escolas da DRE de Arraias devidamente matriculados”, comentou.

Josélia de Lima, Palmas