Pedido de cassação de governador do Tocantins deve ser votado nesta terça(7) pelo TSE

Marcelo Miranda e Claudia Lélis são acusados de abuso de poder econômico nas eleições de 2014.

O recurso ordinário que pede a cassação da chapa do governador Marcelo Miranda (PMDB) deve entrar na pauta do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), nesta terça-feira, 07. A votação do processo deveria ter acontecido no dia 23 de fevereiro, mas não entrou na pauta.

A Ação foi protocolada pelo Ministério Público e pelos candidatos Sandoval Cardoso e Ataídes de Oliveira. O processo está sendo relatado pela ministra Luciana Lóssio e teve parecer favorável da Procuradoria Geral Eleitoral à cassação.

Marcelo Miranda e Claudia Lélis são acusados de abuso de poder econômico nas eleições de 2014. Segundo a argumentação, o pedido de cassação foi feito com base na apreensão de cerca de R$ 500 mil, em notas miúdas, e materiais de campanha em um avião na cidade de Piracanjuba, Goiás. O MP Público aponta que o valor total era de R$ 1,5 milhão, parte dele depositado em contas de laranjas, e que teria como destino a campanha de Marcelo.

 

via Stylo