Tocantins corre contra o tempo para estreia na Copa Verde

O Tocantins iniciou a preparação faltando 20 dias para estreia na Copa Verde e pouco menos de um mês para começar o Tocantinense, competição, à qual o time foi vice-campeão em 2016. A exemplo do Colinas, o Tocantins também vivenciou a “novela da desistência”, por falta de apoio financeiro. Em meio ao desiste ou não, a diretoria chegou a fechar uma parceria que garantiria o clube nas competições, que logo foi desfeita, porém, uma nova foi anunciada em seguida com um grupo de empresários de São Paulo.

O time se apresentou no dia 15 de fevereiro e iniciou os trabalhos em cima da hora, já que entra em campo de forma oficial no dia 5 de março. No comando técnico está Paulo César, ex-Araguaína. Na primeira semana, o grupo realizou trabalhos físicos e atividades com bola em campo reduzido. César lamenta o pouco tempo para realizar o trabalho à frente da equipe, mas lembra que o problema é uma realidade em alguns clubes do estado.

– O difícil é o pouco espaço, mas isso é coisa do futebol. Mas desde o momento em que começamos a treinar, na semana passada, tudo está indo muito bem e só agradeço a Deus por isso. Os atletas continuam chegando ao clube e aos poucos vamos nos ajustando – afirma.

Nesta segunda semana de trabalho, conforme a diretoria do clube, foi agendado um amistoso contra o Capital FC, que também joga a elite do Tocantinense 2017. O confronto está marcado para o sábado (25), às 16h, no estádio Castanheirão, em Miracema.

 

 

Globoesporte.com