Dois corpos foram encontrados em uma chácara nas proximidades da Vila Azul em Araguaína

Na manhã desta terça-feira (21), dois corpos foram encontrados em uma casa que fica ao fundo do Antigo “Parque AG”, no residencial Vila Azul em Araguaína.

Os corpos se tratam de uma jovem conhecida como Ingrid Lays, de 26 anos e, de um idoso de 63.

A polícia Militar foi acionada na localidade para atender a ocorrência realizada através do 190, ao chegar no local, a polícia se deparou com o corpo do idoso que trabalhava como guarda do antigo “Parque AG” pendurado por uma corda e, dentro da residência a polícia encontrou o corpo da jovem Lays sobre um colchão. PM acredita que o homem tenha matado a mulher e em seguida se matado.


De acordo com a PM, a enteada do idoso contou que por volta das 2h ele teria ido até a casa ex-mulher no setor Nova Araguaína e pedido que ela o acompanhasse até a chácara. O homem teria pedido socorro, mas sem dizer o que tinha acontecido e ameaçava se matar.

Conforme a PM, nenhum parente o acompanhou. Ao amanhecer, a ex-mulher ligou para a polícia, repassou as informações e solicitou que os militares fossem até a chácara.

A jovem apresentava sinais de estrangulamento. Os móveis estavam bagunçados indicando que pode ter havido uma luta corporal entre os dois. Por isso, a polícia acredita que se trate de um caso de homicídio seguido de suicídio.

 

Gilberto Silva