Governo federal lança “Agro+” nesta segunda em São Paulo; cerimônia no Tocantins segue sem previsão

Mapa tem disponibilizado aos estados as informações necessárias à implantação do Agro+

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento e o governo do estado de São Paulo, lançam na segunda-feira (20), o Plano Agro+ para os produtores paulistas. A solenidade será realizada no auditório do WTC, das 9h30 às 13horas. O presidente Michel Temer participará do lançamento, acompanhado do ministro Blairo Maggi (Agricultura, Pecuária e Abastecimento) e do governador Geraldo Alckmin. A adesão de São Paulo dá continuidade à meta do ministério levada, agora, aos estados de desburocratizar, simplificar e agilizar a vida dos produtores rurais.

No Tocantins, o lançamento do “Agro+” estava confirmado para o dia 29 de novembro passado. Porém, foi adiado na véspera. Motivo: a deflagração da operação “Reis do Gado”, da Polícia Federal. A ação, que segundo a PF, apurava desvios de até R$ 200 milhões, resultou em prisões de pessoas próximas e mandado de condução coercitiva do governador Marcelo Miranda.

O Rio Grande do Sul foi o primeiro a lançar o plano Agro+ estadual. Agora, será a vez de São Paulo. Rondônia está com o lançamento programado para 13 de março. O Distrito Federal está com lançamento agendado para a segunda quinzena de maio, durante a feira AgroBrasília . Os estados de Mato Grosso, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Bahia, Rio de Janeiro e Goiás, já demonstraram interesse ou estão com seus planos avançados.

O Mapa tem disponibilizado aos estados as informações necessárias à implantação do Agro+ e uma lista de passos para a estruturação dos modelos locais. O propósito do ministério com a modernização nos estados e nos municípios é reduzir o custo das atividades do agronegócio e combater a ineficiência gerada pela burocracia, reforçando as iniciativas do âmbito federal.

 

(Com informações do Mapa)