Povos Indígenas se unem para primeira Multiação Araguaia – Tocantins

Indígenas Karajá realizam limpeza às margens do Rio Tocantins

Maria Vanir Ilídio

Os povos Indígenas Karajá e a Secretaria de Cidadania e Justiça (Seciju), por meio da Diretoria de Direitos Humanos, representaram o Tocantins na primeira Multiação Araguaia/Tocantins. Ação faz parte do programa de saúde mental realizado entre os dias 13 e 17 de fevereiro, nas Aldeias Macaúba (Karajá), em Lagoa da Confusão (TO) e Hawolara (Tapirapé), em Santa Terezinha (MT). O evento contou com a organização do Ministério da Saúde, e os apoios da Fundação Nacional do Índio (Funai), do  Distrito Sanitário Especial Indígena (Dsei) e demais entidades de base aos povos indígenas.

A ação teve por objetivo proporcionar momentos de interação entre os povos, troca de experiências, passando pelos seguimentos da educação, educação em saúde, disciplina, arte, valorização da cultura indígena, socialização e relações sociais dentro do processo ao qual estão inseridos, além de sensibilizar a comunidade sobre a valorização da diversidade cultural dos povos indígenas e refletir o conjunto das reivindicações dos direitos sobre a saúde dos indígenas.

Para Maria Vanir Ilídio, diretora de Direitos Humanos da Seciju, ter saúde, no caso dos indígenas, é ter assegurado os direitos culturais, pois suas existências estão intimamente ligadas aos seus hábitos e costumes, ao direito de poder usufruir seus territórios. “Um encontro como esse, em que apoiamos, nos faz contextualizar o sofrimento mental dos nossos povos, e principalmente entender a complexidade de ser/estar dos indígenas”, ressalta.

De acordo com o psicólogo Wesley Leão, coordenador do projeto Multiação, o álcool e outras drogas têm entrado na comunidade indígena. “Com a entrada dessas substâncias químicas nas aldeias, pesquisas apontam o desenvolvimento de depressão, prostituição, casos de suicídio, e também de outros fatores que contribuem para que a comunidade passe por momentos difíceis”, afirma, lembrando ainda que o melhor caminho, pensando em atenção básica, é a prevenção.

A primeira Multiação Araguaia/Tocantins contou com a presença de médicos, dentistas, psicólogos e enfermeiras que realizaram palestras, dinâmicas, danças, jogos, entre outras atividades, com o objetivo de proporcionar melhor qualidade de vida, tanto mental, quanto física aos povos indígenas.

 

Ascom Governo do Tocantins