Suspeitos de tráfico são presos e drogas apreendidas pela PM em Itapiratins e Paranã

A Polícia Militar prendeu na manhã de terça-feira, 14, na cidade de Itapiratins, um indivíduo acusado de tráfico de entorpecentes. Em poder do suspeito os policiais apreenderam 13 trouxas de substância análoga à maconha e R$ 10,00 em espécie.

A equipe da PM na cidade foi informada por testemunha que o suspeito estaria comercializando entorpecentes em sua residência, e posteriormente iria entregar drogas na saída do povoado Gurita. Diante da denúncia, os policiais foram até a residência do acusado, localizada no Setor Planalto, onde encontraram o indivíduo.

Durante busca pessoal os militares localizaram a droga e o dinheiro em poder do acusado, que foi preso e conduzido à Delegacia de Polícia na cidade de Itacajá, par aos procedimentos legais cabíveis.

Paranã

Ainda na manhã do mesmo dia, já na cidade de Paranã, mais um indivíduo foi preso pela Polícia Militar em ação conjunta com a Polícia Civil, também acusado de tráfico de entorpecentes. Com o apoio da Polícia Civil foi cumprido mandado de busca e apreensão em desfavor do suspeito. Na residência do homem os policiais apreenderam cerca de um quilo de substância análoga à maconha, além de uma porção de substância análoga à cocaína envolta em sacola plástica.

A guarnição da PM recebeu uma ligação anônima relatando que na residência do suposto traficante, localizada no Setor Vila Nova, havia grande quantidade de drogas. Os policiais militares solicitaram apoio dos agentes da Polícia Civil, que informaram possuir um mandado de busca e apreensão em desfavor do autor.

Em ação conjunta os policiais foram até a residência do indivíduo, que tentou fugir do local ao percebera ação policial, sendo detido e submetido à busca pessoal. Durante buscas na casa os policiais localizaram a droga escondida dentro de uma mochila, dos tabletes de substância análoga à maconha e uma porção de substância análoga à cocaína. O envolvido e todo material apreendido foram encaminhados à Delegacia de Polícia Civil na cidade de Arraias, para os procedimentos que o caso requer.

 

Luana Barros – Ascom PMTO