Polícia Civil fecha mais um ponto de venda de drogas e prende suspeito de envolvimento em assalto a lotérica em Palmas

A Polícia Civil, por intermédio da Delegacia Especializada na Repressão a Narcóticos (Denarc), fechou mais uma boca de fumo, na tarde desta segunda-feira, 13, em Palmas, bem como realizou a prisão em flagrante por tráfico de drogas e associação para o tráfico de Rafael Sousa Alves, 21 anos, Lucas Felipe Machado Limas, 21 anos e Hélio Custódio da Silva Moraes, 47 anos de idade.

Conforme informações do Delegado Guilherme Rocha Martins, a ação que resultou na prisão dos indivíduos foi deflagrada após a Denarc realizar averiguações acerca do recebimento de denúncias de que uma residência, localizada na Quadra 212 Sul, estaria sendo utilizada como “Boca de Fumo”, e que o local era gerenciado por assaltantes, que agiam na Capital.

No momento da abordagem policial, Hélio e Lucas Felipe encontravam-se no interior da residência, onde foram apreendidas diversas porções de crack, balança de precisão, certa quantia em dinheiro, diversos pacotes fechados de tele-senas, além de capacetes idênticos aos utilizados por assaltantes, durante um roubo a uma casa lotérica da Capital, na última seta-feira.

Rafael Sousa, que também mora na casa, deslocou-se até o imóvel ocupado pelo grupo, já depois da detenção de seus comparsas, pensando ter escapado da prisão, no entanto, a casa continuava sendo monitorada pelos agentes da Denarc. Ao tomar conhecimento da operação policial, Rafael não chegou a entrar na casa, mas ao passar de carro, nas proximidades do imóvel, começou a ser seguido pelos policiais civis.

O traficante empreendeu fuga em alta velocidade, sendo então perseguido pelos agentes da Denarc. Em determinado momento, o indivíduo sacou um revólver calibre 38 e efetuou disparos de arma de fogo contra as viaturas da polícia civil.  A fim de repelir a injusta agressão sofrida, os policiais civis revidaram os disparos, atingindo um dos pneus do veículo, modelo Cerato, o qual era conduzido pelo suspeito.

Durante o cerco policial, Rafael perdeu o controle do veículo e colidiu com um poste de energia elétrica, sendo imobilizado e preso, em seguida. Após submeter o acusado a uma busca pessoa, os agentes da Denarc encontraram em poder do mesmo, um revólver calibre 38, com numeração raspada, que continha três munições intactas e três deflagradas.

No momento de sua prisão, o indivíduo confessou aos policiais civis ser um dos autores do roubo pratica contra a casa lotérica, em Palmas, na última sexta-feira. Após consultas realizadas pelos agentes da Denarc sobre a vida pregressa do suspeito, foram localizados dois mandados de prisão em aberto contra o mesmo pela prática de crimes de roubos, desta maneira, as ordens judiciais foram cumpridas, imediatamente.

Os três suspeitos foram conduzidos à sede da Denarc, sendo que Lucas Felipe e Rafael responderão pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico e Hélio foi autuado em flagrante por associação ao tráfico de drogas. Rafael respondera também pelo crime de porte ilegal de arma de fogo com numeração adulterada.

Após as providências cabíveis, Rafael, Lucas e Hélio foram recolhidos a carceragem da Casa de Prisão Provisória de Palmas (CPPP), onde permanecerão à disposição do Poder Judiciário.

 

Rogério de Oliveira – SSP/TO