Estudo “Desafios da Gestão Municipal” revela bom desempenho na educação da Capital

Segundo dados do estudo “Desafios da Gestão Municipal 2017” (DGM), de âmbito nacional, realizado pela empresa Macroplan, das 100 maiores cidades do Brasil que representam metade do Produto Interno Bruto (PIB), Palmas está entre os cinco municípios com melhor performance de gestão em educação dentre as regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste.

Já no ranking dos 50 primeiros colocados, a capital tocantinense ultrapassou outras capitais do país. Palmas alcançou a 28ª colocação, estando à frente de Campo Grande (MS) e Teresina (PI), que ficaram, respectivamente em 40º e 42º lugares, ambas com mais de 700 mil habitantes, segundo dados do IBGE. Esse resultado foi gerado a partir da análise dos indicadores dos municípios brasileiros e é relevante para o reconhecimento dos desafios, boas práticas e caminhos para superação e melhoria no desenvolvimento das cidades.

Segundo a técnica da Secretaria Municipal da Educação de Palmas (Semed), Maria Antônia de Almeida Costa, a Prefeitura vem investindo em infraestrutura das unidades educacionais. “Estamos realizando melhorias no aparelhamento nas escolas, aumentando o atendimento na educação infantil, na educação de tempo integral, na EJA, proporcionando por meio de parcerias maior oferta de ensino profissionalizante e formação de professores, criação de núcleos de atendimento educacional especializado e programas de correção de fluxo, desenvolvendo um sistema próprio de avaliação e trocas de experiências com outros municípios”, destaca.

NOVAS PARCERIAS

Para o futuro, a proposta é formar alunos com foco no desenvolvimento de habilidades específicas. Para isso, a Prefeitura firmou parcerias de cooperação técnica junto a instituições civis e militares, com o objetivo de oferecer uma educação básica de maior qualidade, por meio de uma estratégia inovadora de gestão e operação de ações consorciadas entre a Semed e essas instituições, tais como o Corpo de Bombeiros, Guarda Municipal, Marinha, Exército, Polícia Rodoviária Federal.

DGM

A finalidade do DGM é auxiliar as administrações municipais na superação dos desafios que atrasam o desenvolvimento das cidades, sobretudo no atual cenário econômico do País.

São utilizados 16 indicadores em quatro áreas: educação, saúde, segurança e saneamento, permitindo uma avaliação dos 100 municípios no período de uma década. Para cada um dos 100 municípios também é demonstrada uma visão ampla de cada um nos âmbitos: população e economia, gestão pública e transparência e situação fiscal.

 

Semed – Palmas